Governo abre inscrições para 1º curso online do país na área de “Boas Práticas Agropecuárias”

Home/Notícias/Governo abre inscrições para 1º curso online do país na área de “Boas Práticas Agropecuárias”

Governo abre inscrições para 1º curso online do país na área de “Boas Práticas Agropecuárias”

Com o objetivo de modernizar as boas práticas agropecuárias de profissionais que atuam como gerentes, administradores, profissionais de ciências agrárias e proprietários de áreas rurais em Mato Grosso do Sul, o Governo do Estado, através da Fundação Escola de Governo está com inscrições abertas para o 1º curso online do país na área de boas práticas agropecuárias. Totalmente gratuito, o curso será ministrado por módulos e terá carga horária de 30 horas.

A ação, que tem por objetivo modernizar o programa Precoce MS, idealizado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), incorporou como um dos requisitos a adoção gradual do protocolo de Boas Práticas Agropecuárias – Bovinos de Corte (BPA).

“Acredita-se que o conhecimento é, atualmente, mais importante do que qualquer outro fator de produção, sejam eles recursos naturais, trabalho humano, mão de obra ou mesmo capital. Novos conhecimentos, novas competências e utilização de novas técnicas de produção são prioridades para o meio rural brasileiro. A inovação chegou ao campo e o mundo do agronegócio vive uma era de grandes oportunidades”, relata o secretário Jaime Verruck, titular da Semagro.

O curso de Boas Práticas Agropecuárias – Bovinos de Corte (BPA) foi desenvolvido pela equipe Escola de Governo, em parceria com profissionais da Embrapa, em especial o professor Ezequiel Rodrigues do Valle. No primeiro módulo serão abordados temas como importância e definição do Programa Novilho Precoce, oportunidades para o produtor e verificação, parcerias e resultados. De acordo com a gerente de qualificação e formação da Escolagov, Silvana Marchini Coelho, o conteúdo será apresentado de forma interativa e após a finalização de cada módulo, será apresentado um “quiz” com três perguntas de múltipla escolha, e um questionário com cinco perguntas sorteadas a partir de um banco de questões.

No módulo 2 o tema abordado será a sustentabilidade. Questões como gestão ambiental, gestão social e gestão econômica serão colocadas de forma mais personalizada aos participantes. Já o módulo 3 será direcionado a questão de infraestrutura: Geral, de Confinamento e de Armazenamento de insumos. O quarto módulo será composto por três aulas. Na aula 1: Bem-estar animal, detalhando questões como formação, recuperação e manejo de pastagens. Aula 2: Suplementação Animal dentro da abordagem de identificação animal e controle sanitário e aula 3: Manejo Reprodutivo.

Para o chefe-geral da Embrapa Gado de Corte, Ronney Mamede, o grande objetivo da capacitação é a transferência de tecnologia por meio da capacitação do setor produtivo, apresentando alternativas para aumentar a rentabilidade e melhorar a competitividade dos sistemas produtivos. “Por meio dessas iniciativas o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul e a Embrapa, juntos, buscam contribuir para que, mediante melhorias tecnológicas e gerenciais, os consumidores tenham acesso a alimentos seguros e produzidos em sistemas que utilizam práticas voltadas ao bem estar animal, que atendam as legislações ambientais, fiscais, trabalhistas e sanitárias, além de outros benefícios”, declara o chefe-geral da Embrapa, que acrescenta: “Esperamos incrementar na rentabilidade e na competitividade dos sistemas produtivos de bovinos de corte e facilitar o acesso da carne bovina produzida em MS a mercados diferenciados”.

Ao final de todo o processo que será realizado em EAD, o participante deverá responder um questionário avaliativo com 30 questões objetivas. Todos os temas foram selecionados pelos profissionais da Embrapa MS. O curso estará disponível em ambiente virtual nos próximos 60 dias.

Referência

Resultado de uma iniciativa inédita, o 1º curso online do país nessa área irá transferir tecnologia por meio da capacitação do setor produtivo agropecuário sobre o protocolo de Boas Práticas Agropecuárias – Bovinos de Corte, a fim de alavancar a implementação do Programa Precoce MS.

De acordo com o secretário de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto de Assis, é mais um passo importante do Governo do Estado na busca pelas ferramentas de modernização, que desta vez chegarão ao alcance ao homem do campo. “É o resultado de um trabalho integrado de servidores estaduais e federais, através dos técnicos da Embrapa, para que pudéssemos entregar esse curso que vem de encontro às expectativas do homem do campo”, definiu Assis.

2017-09-26T10:04:51+00:00 26/09/2017|Notícias|0 Comments

Leave A Comment